Header Ads

>

Montes Claros se recupera de derrota na estreia e vence Juiz de Fora, pela Superliga





http://www.melhordovolei.com.br/wp-content/uploads/2017/10/324558_742442_img_0941-1024x682.jpg

O Montes Claros venceu o Juiz de Fora por 3 sets a 1 (parciais de 25 x 22, 25 x 22, 23 x 25 e 25 x 19), na tarde deste sábado, no Ginásio Poliesportivo Tancredo Neves, na cidade do Norte de Minas, pela segunda rodada da Superliga. Os jogadores e a torcida enfrentaram um forte calor, com uma temperatura de 33 graus, e uma sensação térmica ainda maior dentro do ginásio, apelidado de 'caldeirao. A partida foi dedicada à solidariedade, com metade da renda dos ingressos destinada às vitimas da tragédia da creche Gente Inocente, em Janaúba, na mesma região.

Comandado pelo técnico interino Sérgio Cunha, depois da demissão de Chico dos Santos, o Pequi Atômico acertou sua linha de passe. E com o passe na mão, o levantador Sandro fez boa distribuição de bolas, com jogadas pelas pontas e pelo meio de rede. Sandro, aliás, foi escolhido o melhor em quadra em votação pelo público e recebeu o Troféu Vôlei. O Montes Claros se reabilitou da derrota para o Canoas, por 3 a 0, na primeira rodada da Superliga.

O jogo

No primeiro set, o Pequi Atômico largou na frente (3 a 1). Em um ponto de ace, os visitantes empataram por 7 a 7. Após um rali, o time anfitrião retomou a vantagem (11 a 8). A partir daí, liderado por Lorena, o Montes Claros dominou o set, fechando em 25 a 22, em ataque do argentino Lesandro.

O segundo set foi marcado pelo equilíbrio. O time da casa saiu na frente, com ace de Lorena (4 a 2).O Juiz de Fora empatou (10 a 10). O equilíbrio prevaleceu, com as duas equipes se alternando na dianteira, até o placar de 17 a 17. Novamente com Lorena no saque, o Pequi Atômico marcou 19 a 17. O time da zona da Mata empatou por 20 a 20. Ma, empurrado por sua torcida, o Montes Claros fechou o set em 25 a 22.

O terceiro set começou equilibrado (2 a 2). O Juiz de Fora fez 3 a 5 e, em seguida, marcou 6 a 8. O Montes Claros empatou (8 a 8) e, na sequência, virou (12 a 10). A equipe anfitriã abriu vantagem de três pontos (14 a 11) obrigando o treinador do Juiz de Fora, Henrique Furtado, a parar o jogo. O Montes Claros fez 17 a 13 e parecia que fecharia o set. Mas o treinador do Juiz de Fora parou novamente o jogo. Em um vacilo do Montes Claros, a  equipe da Zona da Mata empatou ( 22 a 22), virou ( 23 a 24), vencendo a parcial por 23 a 25.

O Montes Claros começou o quarto set arrasador. Com Vivaldi no saque, fez 4 a 0 e forçou o pedido de parada de tempo pelo técnico do time adversário. O Juiz de Fora diminuiu a diferença e encostou (9 a 8). O Pequi Atômico conseguiu se distanciar na frente novamente (13 a 8). O jovem time da Zona da Mata tentou reagir. Porém, com regularidade no saque, na recepção e no ataque, o Montes Claros não encontrou muita resistência para vencer o set por 25 a 19, fechando a partida em 3 a 1.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.