Header Ads

>

Juiz de Fora bate Maringá no tie-break e vence 1ª na Superliga




 Leozinho foi um dos grandes nomes do jogo (Foto: Rodrigo Araújo/Copel Telecom Maringá)

No confronto entre Maringá e Juiz de Fora no ginásio Chico Neto, pela Superliga Masculina, não tinha jeito: alguém venceria a primeira na competição. Mesmo sendo entre os dois últimos na tabela, o jogo foi sensacional, com duas viradas e muito brigado, sem bola perdida. Mas a rodada era definitivamente, dos visitantes. E mesmo depois de estar em desvantagem no tie-break, o Juiz de Fora buscou a virada na parcial e venceu o Maringá por 3 sets a 2, parciais de 25/21, 20/25, 21/25, 33 a 31 e 21/23 em um grande jogo na noite deste domingo (Assista o vídeo acima). O ponteiro Leozinho, do Juiz de Fora, que era dúvida para o jogo, e entrou após testes antes da partida, foi eleito o melhor do jogo e o maior pontuador com incríveis 38 pontos.

Com o resultado, a equipe mineira soma os primeiros dois pontos na tabela e deixa a lanterna com o Maringá, que tem um ponto na classificação. Na próxima rodada, o Juiz de Fora recebe o Ponta Grossa, no ginásio da UFJF, no sábado, às 18h. Um dia antes, o Maringá enfrenta outro mineiro na rodada. Vai até BH encarar o Minas, às 20h30.

O jogo
O começo do primeiro set teve dois protagonistas: Leozinho pelo lado do Juiz de Fora, que era dúvida para a partida, e Alisson Bastos para o Maringá. Os levantadores Felipe e Ricardinho procuravam os dois ponteiros que viravam praticamente todas. A primeira vantagem no placar foi justamente um ataque de fundo de Leozinho que abriu 7 a 4 para o time mineiro. Os paranaenses chegaram ao empate com bloqueios de Wennder e as equipes seguiram iguais ate o 14º ponto. A partir daí o Maringá virou o jogo e abriu vantagem. Henrique Furtado parou a partida, o time mineiro virou uma bola na volta do jogo, mas o Maringá não deu brechas e abriu cinco pontos: 20 a 15. O Juiz de Fora tentou reagir com dois ataques seguidos de Leozinho, porém, o Maringá fechou após erro de saque do Juiz de Fora em 25 a 21.

O Maringá começou à frente na segunda parcial. O Juiz de Fora empatou e abriu dois pontos com dois ataques de Leozinho e ficou à frente: 6 a 4. Sem o mesmo volume de jogo do primeiro set, o Maringa viu o levantador Felipe acionar os ponteiros Ramme e Leozinho, e o time mineiro abrir vantagem. Com a passagem de Leozinho no saque e mais organizado taticamente, o Juiz de Fora abriu seis pontos: 18 a 12. O Maringá reagiu com Wennder no saque, que quebrou a recepção mineira e diminuiu a vantagem para três pontos: 20 a 17. Henrique Furtado parou o jogo. E parou a reação paranaense. Com ataque de Leozinho na saída de rede fechou o set em 25 a 20.

  Saque do campeão olímpico levou o jogo para o tie-break (Foto: Rodrigo Araújo/Copel Telecom Maringá)

 

O jogo seguiu equilibrado no terceiro set. Até Felipe ir para o saque e quebrar a recepção do Maringá. Com o venezuelano Emerson Rodrigues forçando o saque, o Juiz de Fora abriu dois pontos: 11 a 9. O Maringá não deixava os mineiros abrirem frente e a dupla Ricardinho e Kaio mantinha o Maringá vivo. O empate veio com bloqueio de Ricardinho em bola de cheque de Leozinho, e no erro de ataque de Rômulo: 17 a 17. Foi o central do time mineiro que recolocou o Juiz de Fora à frente e com três pontos de vantagem aproveitando a nova boa passagem de Emerson pelo saque: 20 a 17. Maringá foi atrás e diminuiu a vantagem para um ponto com o saque de Leitzke: 20 a 19. Mas o Juiz de Fora aproveitava bem os contra-ataques, voltou a abrir três pontos de vantagem e com bloqueio de Emerson fechou o set em 25 a 21.

O Maringá precisava ganhar o quarto set para se manter no jogo e fez com o Juiz de Fora uma parcial espetacular. No início, os paranaesnes contaram com os ataques de Kaio para colocar as bolas no chão. Do lado mineiro, Emerson Rodrigues e Leozinho seguiam comandando. Com o venezuelano no saque, o Juiz de Fora abriu grande vantagem no set que, até então, estava equilibrado: 14 a 9. O Maringá reagiu e no contra-ataque de Alisson Bastos diminuiu a vantagem para um ponto: 17 a 16 e com bloqueio em cima de Leozinho empatou: 18 a 18. E veio do banco do Maringá o jogador que garantiu a virada. Dois saques de Bruno em cima de Juan Mendez colocaram os paranaenses na frente: 21 a 20. O troco veio na mesma moeda. Emerson Rodriguez, de novo, deixou o Juiz de Fora à frente após boa passagem no saque. O fim do set foi ponto a ponto e eletrizante. O Juiz de Fora teve dois match points e não conseguiu fechar. Maringá virou, teve o ponto do set, mas o Juiz de Fora fechou a porta. Na hora mais importante, apareceu Leozinho para colocar o Juiz de Fora com outra bola do jogo na mão. Mas o Maringá salvava. Uma, duas... e teve mais três set points. E no terceiro, conseguiu após saque de Ricardinho que desmoronou a recepção mineira: vitória, na raça, por 33 a 31 e decisão para o tie-break.

O quinto set começou como foi todo o jogo: muito equilibrado e com as duas equipes se alternando na frente do placar. Mas o bloqueio do Maringá funcionou com Johan. O saque de Wennder entrou e o time paranaense abriu dois pontos: 11 a 9. Mas o time mineiro reagiu e encostou: 11 a 10. Mas Johan fechou a porta para Leozinho, o Maringá abriu dois pontos novamente e parece que o jogo tava resolvido. Um bloqueio do Bruno daria a bola do jogo para o Maringá. Mas ele tocou na rede, a arbitragem viu e o Juiz de Fora voltou para o jogo. Encostou e, com um bloqueio sobre Alisson Bastos, empatou o jogo em 14 a 14. Salvou três match points. Virou a parcial. Teve duas bolas do jogo, mas errou no saque. O match point mudou de lado no jogo que parecia interminável. Alê tentou o ataque para o Maringá, errou, e, o Juiz de Fora teve a bola do jogo. Desta vez, a bola não voltou. Uma pancada de Emerson Rodrigues no saque resultou no erro de ataque do Maringá e vitória por 23 a 21 no set e 3 sets a 2 na partida.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.