Header Ads

>

Maria Elisa e Carol Solberg faturam etapa de Itapema




 
Dupla com o primeiro ouro da parceria
 

O título da etapa de Itapema (SC) é de Maria Elisa e Carolina Solberg (RJ). A parceria formada no meio deste ano venceu Ana Patrícia e Rebecca (MG/CE) por 2 sets a 1 (18/21, 21/14, 13/15), em 57 minutos, na decisão disputada na noite do último sábado. É o primeiro ouro da dupla no Circuito Brasileiro, no qual são líderes do ranking. A medalha de bronze ficou com Ágatha e Duda, que venceram Tainá e Victoria (SE/MS) por 2 sets a 0 (21/11, 21/14), em 33 minutos de duração.

Maria Elisa e Carol Solberg haviam ficado com a medalha de prata nas duas primeiras etapas da temporada, em Campo Grande (MS) e Natal (RN). Agora, após o ouro, elas somam 1.120 pontos nos três torneios disputados, abrindo vantagem. Após o ouro, Maria brincou por receber um "presente de casamento" antecipado.

- Estou muito emocionada, passei a tarde inteira nessa expectativa de jogar uma final neste momento incrível que estou vivendo. A gente queria muito esse título. O Kioday (técnico da dupla) merecia muito, e, além disso, meu noivo (Paulo Victor) também merecia. Semana que vem direi o sim mais importante da minha vida. O jogo final foi muito difícil, o piso estava duro, a Ana Patrícia tem 1,94, a Rebecca é muito habilidosa, são novas e com muita potência no ataque. Eu e a Carol incendiamos o jogo do jeito que gostamos, e as meninas estão de parabéns, estão evoluindo muito - comemorou a resendense.

Carol havia vencido uma etapa nacional pela última vez em 2015, ainda em parceria com a irmã Maria Clara, em Salvador. Na etapa de Haia, na Holanda deste ano, a dupla já havia conquistado o ouro, saindo do classificatório. Agora vencem em casa.

- Acreditamos o tempo inteiro, mesmo com elas abrindo quatro pontos no tie-break, acredito que estávamos focadas. Nos mantivemos fortes de cabeça, continue acreditando o tempo inteiro, com paciência de buscar os pontos. Amo jogar vôlei de praia, o que mais gosto de fazer na vida. Foi incrível voltar ao pódio, sentir que todas as coisas valeram. Ainda mais por estarmos sem patrocínio, na luta - disse Carol Solberg.

Apesar de não terem ficado com o ouro, Ágatha e Duda (PR/SE) se mantêm na vice-liderança do ranking geral, agora com 1000 pontos nas três etapas disputadas. Duda fez um balanço do ano de 2017, encerrado com mais um pódio para a parceria.

- Foi um ano maravilhoso, especial. Início de parceria com a Ágatha, onze meses de muito aprendizado. Não tenho palavras pela minha evolução, e evolução também da nossa equipe. O começo de uma longa jornada, com muitos objetivos e muito foco. Quero ser feliz jogando ao lado dela. Está sendo incrível. São 11 pessoas em uma comissão técnica muito forte - conta Duda, que comentou sobre enfrentar ex-parceiras, comandadas pela mãe:

- Enfrentar Tainá e Victoria é complicado, são minhas irmãs, tenho um carinho enorme pelas conquistas que tivemos e pelas pessoas que são. Além disso, treinadas pela minha mãe. Mas em quadra tenho que fazer minha parte. Mãe é mãe, nos respeitamos muito, então nem tinha como ela ficar no banco.

Livre de vírus. www.avast.com.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.