Header Ads

>

Sesc-RJ bate o Cruzeiro e se mantém na liderança da Superliga





Foram quase 2h30 de jogo e muita emoção no ginásio do Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro. A partida entre os dois primeiros colocados da Superliga Masculina de Vôlei também deu muito trabalho para a arbitragem, mas, no fim, o Sesc RJ conseguiu uma vitória em casa em cima do Cruzeiro por 3 sets a 2 (parciais de 28 a 26, 20 a 25, 25 a 23, 19 a 25 e 20 a 18) e se manteve na liderança da competição depois da segunda rodada do returno. Os cariocas somam 33 pontos, dois a mais que os mineiros, que ainda sonham por ter um jogo a menos.
Empurrados pela a torcida, a equipe do Rio teve um início melhor que o rival mineiro. Com um bom aproveitamento ofensivo, os donos da casa abriram uma vantagem de quatro pontos logo no começo da partida. No entanto,a Raposa conseguiu se acertar na defesa, viu os rivais errarem muitos passes e encostaram no placar. Na reta final do set as duas equipes trocavam muitos pontos e mantiveram um equilíbrio no placar. No final, um erro de ataque dos mineiros garantiu a vitória carioca no primeiro set por 28 a 26.


No segundo set, o equilíbrio seguiu dominante na partida até o 6 a 6 aparecer no placar. Neste momento os mineiros conseguiram um sequência de três pontos consecutivos e abriram uma ligeira distância em relação ao rival. A atual tetracampeã da competição conseguiu usar a sua experiência para assegurar que esta vantagem fosse levada até o final e empatou o confronto com um 25 a 20.
O terceiro set reservou fortes emoções. O Sesc chegou a abrir 22 a 17 e parecia que levaria a parcial com tranquilidade. Mas o Cruzeiro arriscou jogar sem levantador e conseguiu encostar, chegou a ficar a um ponto do empate em 23 a 22. Foi quando o técnico Giovane entrou em ação. O ídolo do vôlei brasileiro parou o jogo com um tempo e fez com que seus comandados reagissem. No fim, um toque na rede de Simon definiu a vitória do Sesc por 25 a 23.
Assim, os cariocas tinham a chance de definir a partida no set seguinte. Mas, não dá nem para dizer que o Sesc chegou a ter chance. O Cruzeiro entrou em quadra determinado e atropelou os donos da casa. Com uma vantagem segura desde os primeiros pontos, os mineiros levaram o confronto para o tie-break com um 25 a 19.
No set decisivo, o equilíbrio e a tensão deram o tom na quadra. Ponto a ponto Sesc e Cruzeiro foram se alternando na ponta do placar, até que o Cruzeiro conseguiu abrir dois pontos de vantagem em 10 a 8. O jogo pegou fogo novamente quando o Sesc conseguiu empatar o duelo em 13 a 13. E a reação dos cariocas foi o recado do que estaria por vir. No fim, deu Sesc. Vitória por 20 a 18 no tie-break e triunfo no jogo por 3 sets a 2.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.