Header Ads

>

Superliga feminina volta do recesso com rodada cheia nesta terça




Após um recesso de fim de ano, a Superliga feminina de vôlei volta com tudo na temporada 2017/18. Cinco jogos nesta terça-feira abrem a terceira rodada do returno, e todo mundo quer entrar em 2018 com vitória. Apenas o líder Praia Clube e o Pinheiros não jogam no dia - a partida vai ser no dia 23 de janeiro.

 

Bauru x Brasília, 18h30, no ginásio Panela de Pressão

Com destaque para a oposta Tiffany, o Bauru quer continuar crescendo na classificação e tem um duelo contra um rival por uma vaga nos playoffs - o time está em oitavo. Décimo colocado, o Brasília, que venceu o duelo no primeiro turno por 3 a 2, precisa arrancar pontos fora de casa para entrar na zona de classificação. O SporTV 2 transmite a partida ao vivo.

- É um adversário que precisamos ter muita cautela porque tem volume de jogo e ponteiras de qualidade. Elas têm uma oposta interessante que é a Malu. Vivemos um momento diferente em relação ao começo do primeiro turno e estamos em outro patamar de voleibol. O Brasília também evoluiu. A tendência é nosso time continuar com a evolução que apresentou no início do returno. Temos que apresentar um voleibol agressivo e queremos nos manter no G-8. Jogar dentro de casa será fundamental para que isso aconteça - disse Fernando Bonatto, técnico do Bauru.

- Será nosso primeiro jogo após o recesso de fim de ano, e espero que a equipe não tenha perdido o ritmo apresentado no último confronto antes da parada. Foi nosso melhor jogo dessa temporada quando superamos o Sesi-SP por 3 sets a 0. Espero uma partida difícil e, que a exemplo do jogo do primeiro turno, consigamos anular as principais jogadoras da equipe de Bauru que agora conta com o reforço da Tiffany. Precisamos ser muito aplicados taticamente - disse Sérgio Negrão, técnico do Brasília.

Sesc/Rio de Janeiro x Valinhos, 20h, no ginásio do Tijuca

As atuais campeãs da Superliga querem casa cheia na estreia em 2018. Excepcionalmente, a entrada vai ser gratuita. Um incentivo a mais para o Sesc tentar se aproximar do líder Praia Clube na classificação. Vice-lanterna, o Valinhos é franco-atirador na partida, que vai ter transmissão ao vivo no SporTV.com.

- Estamos retornando da folga, mas já voltamos aos treinamentos no dia 2 de janeiro e estamos treinando bem forte para chegar nesse jogo muito bem. Estamos muito concentradas e sabemos da importância desse jogo para começar o ano bem, tentando conquistar os três pontos. Sabemos que o Valinhos, embora seja um time que não está bem na classificação, trabalha bastante e já dificultou muito a vida de outras equipes por isso, o ponto chave para essa partida é reduzir os erros e buscar a nossa regularidade - disse a levantadora Roberta.

Sesc/Rio encara o vice-lanterna Valinhos (Foto: Erbs Jr./Sesc RJ)

 

Barueri x Sesi-SP, 19h30, no ginásio José Correa

Time do técnico José Roberto Guimarães, o Barueri vai contar com a bicampeã olímpica Jaqueline em busca de mais uma vitória. A entrada é franca no ginásio José Correa diante do Sesi-SP, que é o lanterna da competição e não venceu nenhuma partida.

- O jogo contra o Sesi será muito importante, porque após pegarmos uma sequência muito complicada, contra os quatro melhores times da Superliga, teremos agora uma série contra times que, ao menos teoricamente, estão brigando com a gente na classificação. Treinamos bastante durante o recesso de natal e ano novo, e espero que nosso time consiga dar o seu melhor e que em 2018 a gente venha a ter muitas vitórias, pois nossa equipe está batalhando muito e merece - disse Jaque.

Osasco x São Caetano, 19h30, José Liberatti

Terceiro colocado, o Osasco conta com a força de sua torcida para tentar se aproximar dos líderes da Superliga. O São Caetano, porém, quer surpreender em busca de uma vaga nos playoffs.

- Sabemos que novamente não será uma partida fácil, mas estamos treinando forte e estudando o time delas, que forçam bastante o saque, para conseguirmos impor nosso jogo para conquistar mais uma vitória diante de nossa torcida, que sempre nos apoia, especialmente em casa - disse a levantadora Fabíola.

Osasco é o terceiro colocado na Superliga (Foto: Divulgação/Vôlei Nestlê)

 

- No primeiro turno fizemos um bom jogo contra elas, e até tivemos chances de levar para o tié-break. Agora temos que entrar focadas e tentar pontuar, mesmo sabendo que será um jogo bem difícil - disse a levantadora Ana Flávia.

Minas x Fluminense, 20h, Arena Minas

Minas e Fluminense fazem um confronto direto pela quarta posição da Superliga. As anfitriãs mineiras têm apenas um ponto de vantagem. A promessa é de um duelo equilibrado.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.