Header Ads

>

Com final polêmico, Rio de Janeiro vence o Canoas na Superliga






Jogando como visitante, no Ginásio Capão da Canoa (RS), o Rio de Janeiro venceu o Canoas. A partida válida pela sétima rodada do returno da Superliga masculina terminou em 3 a 1, por parciais de 22/25, 25/14, 25/21 e 25/23. Com o resultado deste sábado, os cariocas chegam a 45 pontos, seguem na vice-liderança e ficam a um tento do Cruzeiro. Já os gaúchos permanecem com 21 pontos na oitava colocação.

Depois de o Canoas conseguir um bom começo e vencer o primeiro set por 25 a 22, os comandados de Giovane se recuperam, começaram bem a segunda parcial, abrindo uma vantagem confortável de pontos e conseguindo deixar o jogo empatado após um 25 a 14.

A terceira parcial começou bastante equilibrada, com as duas equipes alternando a liderança. O time gaúcho assumiu a liderança a partir dos dez pontos e a manteve até os cariocas se recuperarem e virarem na casa dos 18 pontos. A partir daí o final de set foi marcado por troca de pontos até o Rio de Janeiro conseguir fechar em 25 a 21 e virar a partida.

Assim como no terceiro set, a quarta parcial foi muito equilibrada e literalmente a todo tempo a liderança mudava de lado. Mesmo com o Canoas levando a melhor desde o 17 a 16, o juiz errou a marcação, deixando os cariocas em 24 a 23. No lance, a bola bateu na mão de João Rafael e o juiz deu o ponto para o Rio de Janeiro. Na reclamação, o jogador do time gaúcho recebeu cartão amarelo e o set acabou em 25 a 23.

Na próxima rodada, o Canoas irá visitar o Maringá na quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), no Ginásio Chico Neto. Por sua vez, o Rio de Janeiro receberá o Juiz de Fora no mesmo dia, s[o que às 20 horas, no Ginásio da Tijuca.

Maringá bate Ponta Grossa e consegue sua primeira vitória na Superliga

Jogando fora de casa, o Maringá venceu o Ponta Grossa por 3 sets a 2, com parciais de 20/25, 25/15, 25/9 e 15/11. Com o resultado, os visitantes foram a quatro pontos, mas seguem como lanterninha. Já os mandantes somaram um ponto, chegando a 12 e permanecem na antepenúltima colocação.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.