Header Ads

>

Praia Clube bate Osasco no tie-break e abre vantagem na semifinal da Superliga






O Praia Clube largou na frente do Osasco na semifinal da Superliga Feminina. Mas não teve vida fácil na noite desta sexta-feira, em Uberlândia. Afinal, a primeira vitória do time mineiro na série melhor de cinco jogos foi de virada e no tie-break: 3 sets a 2, parciais de 23/25, 25/19, 25/23, 25/27 e 15/13, em 2h50 de partida. Além da reestreia do "Desafio" na Superliga, muitos ralis marcaram a partida. A ponteira Fernanda Garay, em noite inspirada, foi eleita a melhor em quadra e ficou com o troféu VivaVôlei, ao marcar 26 pontos.


Com o resultado, o Praia Clube abre vantagem na série. A segunda partida da semifinal entre Praia e Osasco será nesta segunda-feira, às 19h, no José Liberatti, em Osasco





O Osasco aproveitou os erros do Praia e abriu logo vantagem. Forçando o saque em Ellen, o time paulista abriu 4 a 1. E o primeiro "Desafio" do jogo foi pedido pelo Osasco no início também. O técnico Luizomar pediu revisão de um toque no bloqueio marcado pela arbitragem, que não aconteceu, e venceu: 6 a 2. Firme na defesa e mais decisivo, o Praia tirou a diferença ponto a ponto e empatou em 8 a 8. Com o bloqueio bem montado e mais erros de ataque, o Osasco voltou a liderar em 14 a 9. Com Leyva e Tandara decidindo, o time paulista conduziu a parcial com seis pontos de vantagem. O Praia se encontrou com Walewska e Garay e no saque de Amanda, encostou no placar na reta final. Mas Mari Paraíba explorou o bloqueio e o Osasco fechou em 25 a 23.

Com direito a "Desafio" certo e mão pesada das atacantes, foi o Praia que disparou no marcador no início do segundo set: 4 a 0. Em bloqueio de Fabiana em Tandara, o time da casa abriu 8 a 2. Com Fernanda Garay e Fawcett soltando o braço, o Praia manteve a vantagem e aumentou em 15 a 7. O Osasco ajustou a marcação do bloqueio e Bia parou os ataques de Fawcett. A diferença diminuiu, e Paulo Coco pediu tempo com 16 a 12. O Praia trocou pontos, mas com a força de Tandara e a porta fechada, o Osasco chegou encostar em 21 a 19. O time da casa voltou a ter o domínio e venceu o set com bola de Walewska no meio: 25 a 19.


No embalo do segundo set, o Praia seguiu firme no ataque. Mas era colocar a bola no chão, que o Osasco respondia com Leyva e Mari Paraíba. Os times trocaram pontos e a liderança até Garay explorar o bloqueio e fazer 7 a 5 para as donas da casa. Assim as equipes seguiram até Tandara entrar no saque e quebrar o passe do Praia: 12 a 12. A resposta veio com Garay, explorando o bloqueio em dois ataques seguidos: 15 a 12. O placar seguiu apertado, as duas equipes atacaram e defenderam bem, mas o Osasco definiu melhor as jogadas na reta final do set e empatou em 21 a 21. Paulo Coco pediu tempo, arrumou o time e deu certo. Garay chamou a responsabilidade, definiu as jogadas e fechou a porta de Tandara no momento crucial do set para fazer 24 a 21 para o Praia. As paulistas reagiram, mas o time mineiro, na experiência, fechou com toque na rede do Osasco: 25 a 23.

O quarto set, diferentemente dos demais, foi ponto a ponto no início. Em erros seguidos de Leyva e Natália, o Praia abriu 8 a 5. As falhas mudaram de lado e foi vez do time paulista aproveitar e encostar em 9 a 8. Mas Fawcett, que não vinha fazendo uma boa partida, foi acionada e virou bolas importantes: 11 a 8. Se de um lado o Praia tentava com Garay e Amanda, Mari Paraíba, Tandara e Bia respondiam do outro. Em bola de Walewska no meio, o Praia fez 18 a 16. Mas no erro de recepção, o Osasco empatou em 19 a 19. O Praia voltou a abrir dois pontos, o Osasco foi lá e empatou. No ataque de Mari Paraíba para fora, o time da casa retomou a vantagem. Aproveitando os erros do Praia, o Osasco voltou a empatar em 23 a 23. A parcial foi além dos 25 pontos, e em defesa de Tássia, que caiu na quadra do Praia, o Osasco venceu o quarto set por 27 a 25 e empatou o jogo.

Mais concentrado e no ritmo do quarto set, o Osasco começou melhor o tie-break. Fechando a porta do Praia e definindo bem as jogadas, abriu 4 a 0. Em dois bloqueios seguidos em Tandara, o time mineiro esboçou reação em 5 a 3. Mas na troca de lado o Osasco vencia por 8 a 5. Em bola fora de Nati Martins, o Praia tirou a diferença em 10 a 9. O jogo seguiu ponto a ponto, até Fabiana parar Leyva e Garay fechar a porta de Bia: 14 a 13 para o Praia. No ponto do jogo, quem apareceu foi Fabiana, que cravou mais uma bola no chão e fechou o set em 15 a 13 e a partida em 3 sets a 2.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.