Header Ads

>

Sada Cruzeiro bate Taubaté e empata semi da Superliga







Embalado pela vitória sobre Taubaté na última sexta-feira, 13, o Cruzeiro bateu novamente os paulistas por 3 a 0 (23/25, 25/27 e 20/25) na noite desta terça e empataram a semifinal da Superliga Masculina em 2 a 2. Com isso, a decisão de quem avança para a final ficou para o quinto jogo, a ser disputado na sexta-feira, 20, às 21h30, no ginásio do Riacho, em Contagem-MG.

O levantador Uirarte, do Cruzeiro, foi eleito o melhor jogador da partida. Após o confronto, uma confusão entre torcedores do Taubaté e alguns jogadores do Cruzeiro, principalmente o ponteiro Leal, esquentou o clima no ginásio do Abaeté (assista ao vídeo acima).

– A equipe de Taubaté está de parabéns pelo jogo. Uma série de cinco jogos. Jogamos bem, a equipe veio concentrada. Nas duas primeiras partidas, eles jogaram bem e venceram. Conseguimos crescer, soubemos ter tranquilidade. Mas está tudo aberto ainda. Vai ter o quinto jogo. Mas estamos de parabéns pelo foco – destacou Filipe em entrevista ao SporTV.

O JOGO

Forçando bastante o saque, o Taubaté abriu pequena vantagem no início do set. Foram dois aces de Ivovic e três seguidos de Otávio. O Cruzeiro, que tentou não deixar os anfitriões se distanciarem, cresceram durante o período. Comandados por Filipe, destaque da equipe celeste na primeira parcial, os cruzeirenses viraram o jogo e conquistaram a vitória por 25 a 23.

O segundo set começou muito equilibrado. Os times ficaram trocando pontos e seguiram colados no placar até a casa dos dez pontos. O Cruzeiro abriu uma pequena vantagem depois disso, mas viu o Taubaté reagir. Com destaque para as atuações de Ivovic e Wallace, aliada aos pontos de bloqueio, os taubateanos fizeram seis pontos seguidos e passaram à frente. Mas Cruzeiro não se abateu. Na reta final, Evandro foi decisivo e virou de novo o jogo para a Raposa, que venceu o set por 27 a 25.

O equilíbrio que aconteceu no segundo set não existiu no terceiro. Logo no começo, o Cruzeiro abriu boa vantagem no placar. Enquanto os taubateanos cometiam erros, a equipe celeste não desperdiçava oportunidades. O placar durante o período prova a diferença de rendimento: 15 a 5 para o Cruzeiro. Os taubateanos ainda esboçaram uma reação, mas não foi o bastante para impedir a vitória cruzeirense por 25 a 20.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.