Header Ads

>

Audax confirma patrocínio ao vôlei de Osasco






Foto: João Pires / Fotojump
Campeã mundial, pentacampeã da Superliga, dona de 14 títulos estaduais e polo de uma torcida apaixonada, Osasco é considerada a uma das capitais do vôlei feminino. Por essa tradição e conquistas, o Osasco Voleibol Clube vai, uma vez mais, mostrar sua força nas quadras brasileiras. Com patrocínio do Audax, time de futebol da cidade, a equipe de vôlei feminino para a temporada 2018/19 está confirmada e em fase final de formação.
O novo projeto foi apresentado na manhã desta terça-feira, 29, no Centro de Treinamento da Vila Yolanda, onde o time que passará a ser chamado de Osasco-Audax recebeu mais de 40 jornalistas.
Os primeiros nomes confirmados são a ponteira Mari Paraíba, a líbero Camila Brait e a levantadora Carol Albuquerque. O trio defendeu a equipe de Osasco na temporada passada e tem grande identificação com a fanática torcida local.

"Trabalhamos muito nesse período para, primeiro, manter o projeto e, na sequência, formar nosso grupo de atletas. Estamos em fase final de renovações e novas contratações. Em breve teremos muitas e boas novidades e vamos trabalhar para lutar pelo heptacampeonato paulista consecutivo, para estar entre os quatro finalistas da Superliga e, a partir daí, lutar pelo título", garantiu o técnico Luizomar de Moura.
Para superar as dificuldades geradas pela crise econômica pela qual o passa o país, o Osasco Voleibol Clube conta com apoio da Prefeitura. O prefeito Rogério Lins (Podemos) assumiu o compromisso de manter o projeto e amealhou apoio do empresariado local.

"O vôlei feminino é um verdadeiro patrimônio da cidade de Osasco e jamais permitiríamos que um projeto de tamanha importância e tradição chegasse ao final. Nossos munícipes e todos os amantes do esporte pelo Brasil podem ficar tranquilos, pois o ginásio José Liberatti continuará sendo palco de grandes espetáculos esportivos. Agora é mais Osasco do que nunca", afirmou o prefeito, se referindo a hashtag #maisosascodoquenunca, sucesso nas redes sociais.
"Nós, do Audax, somos apaixonados por esporte. Até hoje, investimos no futebol, mas quando surgiu a oportunidade de firmar essa parceria e aliar o nosso clube a um projeto vencedor como o do vôlei feminino de Osasco, fizemos todos os esforços para colaborar. O resultado é essa parceria que, tenho certeza, continuará a render conquistas para a cidade que é considerada a capital do vôlei", afirma o empresário Gustavo Teixeira, diretor executivo do Audax, agremiação com equipes masculina e feminina na disputa do Campeonato Paulista de futebol.
Com o apoio do poder público municipal, empresas locais e Audax, o Osasco Voleibol Clube está em fase final de estruturação da nova equipe.
Entre os primeiros nomes confirmados, Camila Brait comemora a continuidade do projeto. "Nós temos uma equipe de tradição, que sempre briga para estar no pódio em todos os campeonatos que disputa. Tenho plena confiança que o novo grupo manterá essa pegada e o alto nível dignos da história de Osasco. Não vejo a hora de iniciar os treinos para a nova temporada em Osasco, que é a minha casa, onde cheguei aos 18 anos e construí minha carreira e família", atestou a jogadora, que já conquistou vários títulos defendendo a cidade, como o Mundial de Clubes 2012, duas Superligas, oito Paulistas, além do tricampeonato da Copa Brasil.
Em parceria com a Prefeitura de Osasco e o Audax, o técnico Luizomar de Moura e a diretoria do clube foram a campo em busca de apoio para manter o projeto em pé após a saída da Nestlé, em abril. Agora, o treinador é enfático ao ressaltar a importância da união de forças para o sucesso. "Entendemos que a delicada situação pela qual passa o Brasil é um fator de dificuldade. Mas a tradição do nosso clube, tudo que já fez pela cidade e pelo Brasil, tem um peso enorme. E esse peso se reflete no esforço feito pela prefeitura, membros do clube, e empresários para seguirmos em frente. Estou muito feliz por esse novo momento e só posso agradecer toda a ajuda que recebemos", disse o treinador.

Mari Paraíba também fez questão de falar sobre o bom momento do time, agora Osasco Audax. "Também me sinto em casa em Osasco, onde cheguei aos 14 anos. Naquela época, a cidade já contava com uma estrutura diferenciada para o esporte e é uma felicidade, depois de ter retornado na temporada passada, continuar na equipe. Acredito que, com as atletas que estão renovando, mais as jogadores que chegarão, faremos novamente um grande trabalho e vamos em busca de vitórias dentro e quadra", completou a ponteira.
Torcida número 1
A tradição do vôlei de Osasco se mostram também fora de quadra. Com arquibancadas cheias e show de animação a cada partida no José Liberatti, a torcida osasquense é a número 1 há várias temporadas. Foi assim também em 2017/18. Em 11 rodadas, 28.443 pessoas foram ao ginásio incentivar a equipe local. Nenhum clube do campeonato nacional teve números tão expressivos.
Na média, Osasco recebeu mais de 2.500 torcedores por jogo no José Liberatti, que tem capacidade para 4 mil pessoas. Esse foi o número registrado na partida contra o Dentil/Praia Clube, dia 16 de fevereiro, quando, com lotação máxima, o time osasquense bateu recorde ao registrar o maior público da temporada 2017/18 da Superliga. Para a temporada 2018/19, a expectativa é para mais um show da fanática e apaixonada torcida de Osasco.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.