Header Ads

>

Murilo comemora estreia como líbero da seleção




Murilo estreou como líbero da seleção nessa quinta-feira, 17 (Foto: Danilo Sardinha/GloboEsporte.com)

A camisa da seleção brasileira masculina de vôlei não é uma novidade para Murilo. Mas nessa quinta-feira, 17, o atleta de 37 anos vestiu uma diferente. Pela primeira vez, colocou a camisa de líbero para defender o país. A estreia foi no amistoso contra a China, que terminou com vitória brasileira por 3 a 0.

Após a partida, disputa em Taubaté, no interior de São Paulo, o atleta destacou a felicidade em defender o Brasil em uma nova posição.

– Ter voltado à seleção brasileira foi uma surpresa. Estou muito feliz, como deu para ver dentro de quadra. Vou tentar aproveitar o máximo o tempo que estiver aqui. Tenho um papel de liderança, por ser um dos mais velhos aqui dentro. Vou tentar ajudar. Tem muita garotada nova, que tem muito potencial. A gente vai precisar deles. Fico muito feliz em poder ajudar, em poder contribuir – comentou.


Murilo tem duas medalhas olímpicas de prata como ponteiro (Foto: Danilo Sardinha/GloboEsporte.com)

– É especial, em qualquer momento da carreira, vestir a camisa da seleção. Tem que aproveitar o tempo que está aqui, dar o seu máximo. Eu não esperava, depois de 2016, e entendia que não tinha mais condições. Como ponteiro estava muito difícil. As lesões me atrapalharam bastante. É um recomeço, uma nova oportunidade, e vou aproveitar ao máximo – acrescentou.

Murilo defendeu a seleção brasileira por anos como ponteiro. Foi medalhista de prata nas Olimpíadas de 2008 e 2012. Em 2010, foi eleito o melhor jogador do Mundial. Neste ano, Murilo mudou de posição e passou a jogar de líbero no Sesi-SP.

O atleta é um dos 21 convocados por Renan Dal Zotto para defender o Brasil na Liga das Nações a partir do próximo dia 25. O treinador destacou após o amistoso contra a China a importância de ter Murilo no grupo.

– Técnica ele tem e agrega um valor tremendo, uma liderança muito importante dentro da quadra. Hoje ele fez uma excelente partida, muito bem. Os números provam isso. Tenho certeza que ele ainda vai contribuir bastante para gente. Temos aí uma boa safra de líberos no Brasil. O Thales fez uma excelente Superliga... Temos vários líberos importantes. Mas, neste momento, acho que a seleção estava precisando de um atleta como o Murilo, com a experiência e que é importante neste momento na função de líbero. Ele tem um respeito muito grande lá fora também. Acho que vai agregar bastante – destacou.

A estreia no Brasil na Liga das Nações é no dia 25, contra a Sérvia, na casa do adversário. Essa é a primeira competição que a seleção vai disputar neste ano. Além dela, a equipe disputa a Copa Pan-Americana, de 12 a 20 de agosto, no México, e o Campeonato Mundial, que será na Bulgária e na Itália, de 10 a 30 de setembro.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.