Header Ads

>

Pinheiros reformula vôlei e aposta em promessa americana de 1,93m




Kelsie Payne será a oposto do Pinheiros na Superliga 2018/2019 (Foto: Divulgação)

Kelsie se mostrou uma opção financeiramente atraente para o clube paulistano, que não teria orçamento para segurar a titular da temporada passada. Sem experiência internacional, a atacante é vista como um dos grandes nomes da nova geração de seu país. O LANCE! apurou que ela custará a metade do que valor que o clube pagava para Bruna.

- Kelsie é uma oposta com biotipo sensacional. No aspecto físico, lembra a Destinee Hooker. Tem um nível bom, mas ainda sem experiência como profissional. Estamos apostando em um nome que pode ser uma grata surpresa - disse o técnico Sérgio Negrão, novidade do Pinheiros, ao L! .A jogadora só desembarcará no Brasil em julho, pois ainda precisa cumprir o planejamento de sua universidade, no Kansas, bem como concluir o processo de obtenção de visto de trabalho.

O Pinheiros ainda estuda a contratação de outra estrangeira para a posição de ponteira e não descarta aproveitar a oposto Ivna como passadora. As partes ainda negociam.

O time já fechou com as levantadoras Lyara, ex-São Caetano, e Fran, ex-Barueri, a ponteira Clarisse, ex-Fluminense, as centrais Aline, ex-Brasília, e Camila Paracatu, ex-São Caetano, e com a líbero Juju Perdigão, ex-Brasília. A ponteira Mari Cassemiro e a central Roberta renovaram. A equipe contará também com meninas da base, como a líbero Letícia Pequena.

Negrão, que ficou cinco anos no BRB/Brasília, foi anunciado como técnico principal do Pinheiros após se dividir uma temporada inteira entre as funções de treinador e gerente na capital federal. Agora, ele se diz motivado para se dedicar 100% ao trabalho na quadra. Paulo de Tarso, que comandou a equipe nos últimos anos, será seu assistente.

- Nosso orçamento está entre o nono e o 10º da Superliga. Mas confio muito no trabalho e estou bastante motivado. Tenho ótimo relacionamento com o Paulinho e não haverá problemas. Na tabela, queremos melhorar o sétimo lugar do ano passado - afirmou Negrão, que encerrou seu vínculo com o Brasília no último sábado e "passou o bastão" para a ex-jogadora Leila.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.