Header Ads

>

Favoritos começaram com vitória na Superliga Feminina




Divulgação / Sesc-RJ

A Superliga feminina de vôlei teve sua primeira rodada disputada na noite desta sexta-feira (16) e os principais favoritos venceram seus jogos. Os principais destaques dos seis jogos realizados foram as jogadoras estrangeiras, fundamentais para as vitórias de suas equipes.

Campeão da temporada passada, o Praia Clube (MG) conseguiu sua segunda vitória, já que teve uma partida antecipada, contra o Pinheiros (SP), em virtude sua participação no Mundial de Clubes no final do mês. Em Santa Catarina, o time mineiro derrotou o estreante   Balneário Camboriú, por 3 a 0 (25/14, 25/18 e 25/16).  A levantadora norte-americana Carli Lloyd foi um dos destaques do confronto e levou o Troféu VivaVôlei, de melhor jogadora em quadra, para casa. A central Fabiana Claudino marcou 12 pontos e terminou o duelo como a maior pontuadora.

No Rio de Janeiro, o Sesc-RJ derrotou outro estreante, o Curitiba Vôlei (PR), também por 3 a 0 ( 25/21, 25/20 e 25/11), com a dominicana Yonkaira Peña sendo eleita a melhor do jogo. Em sua segunda temporada no Brasil, a ponteira disse que esse é apenas o primeiro passo na busca pelo 13º título nacional do time dirigido pelo técnico Bernardinho.

 - Treinamos bastante para termos atuações como a da partida de hoje. Ainda temos muito o que treinar, crescer e trabalhar para alcançarmos o nosso objetivo na competição. 

Uma das forças da Superliga, o Sesi Vôlei Bauru (SP) bateu o Hinode Barueri (SP), do treinador da Seleção Brasileira José Roberto Guimarães, por 3 sets a 0 (27/25, 25/22 e 25/15). A levantadora  Fabíola  foi escolhida como a melhor do jogo, enquanto a  italiana Valentina Diouf foi a maior pontuadora, com 15 acertos.

O Pinheiros se recuperou da derrota para o Praia Clube e fez 3 a 1 sobre o Fluminense (RJ), com parciais de  19/25, 25/22, 26/24 e 25/21. Os destaques do time paulista foram a ponteira cubana Ysuleyni Herrera e a central Camila Paracatu, que marcaram 15 vezes, cada. Já na equipe carioca, a oposta Joycinha foi o principal destaque ao terminar a disputa com 25 acertos.

No retorno da campeã olímpica Natália ao vôlei brasileiro, o Minas Tênis Clube (MG) derrotou o BRB/Brasília Vôlei (DF), por 3 sets a 1 (21/25, 25/12, 25/14 e 25/23), fora de casa. E logo em sua primeira partida, após duas temporadas atuando no Fenerbahçe, da Turquia, a ponteira levou o prêmio de melhor em quadra.

Segundo maior vencedor do torneio, com cinco título em doze finais disputadas, o  Osasco/Audax (SP) foi outro a vencer fora de casa. Com parciais de 25/20, 21/25, 25/15 e 28/26, fez 3 a 1 no São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP), com 21 pontos marcados pela peruana Ángela Leyva

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.