Header Ads

>

Rússia voltará a sediar Mundial masculino de vôlei em 2022




Após 60 anos, Rússia voltará a sediar Mundial masculino de vôlei em 2022

A Federação Internacional de Vôlei (Fivb) anunciou nesta quinta-feira a Rússia como sede do próximo Mundial masculino da modalidade, marcado para 2022. A última vez que o maior país do mundo recebeu o torneio foi em 1962, ainda no período da União Soviética.

O anúncio foi feito pelo presidente da Fivb, o brasileiro Ary Graça, durante o Congresso da entidade, realizado esta semana em Cancún, no México. Segundo os dirigentes, a escolha da Rússia como sede é um reconhecimento aos avanços do vôlei masculino no país, campeão olímpico de Londres 2012 e vencedor da edição de estreia da Liga das Nações, este ano.

 

- Após um processo concorrido de candidaturas, a Fivb decidiu por unanimidade a escolha da Rússia como a melhor opção para o desenvolvimento do vôlei. Nos permitirá inspirar o vôlei entre o povo russo, em toda aquela região e ao redor do mundo - disse Graça.

- Será uma linda oportunidade para o povo russo torcer pela seleção nacional em casa. Vimos toda a empolgação com o vôlei na Rússia após o título da Liga das Nações e estamos ansiosos para recebermos esse grande evento - completou Stanislav Shevchenko, presidente da Federação de Vôlei da Rússia.

Presidente da comissão de atletas da Fivb, o brasileiro Giba também elogiou a escolha da Rússia como sede do mundial de 2022.

- Mais um grande passo para o desenvolvimento do vôlei. A paixão dos fãs russos é incrível - lembro dos meus tempos como jogador - e a Rússia já demonstrou capacidade para realizar grandes eventos esportivos de forma espetacular - afirmou Giba.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.