Header Ads

>

Sada/Cruzeiro vira e vence na abertura do Sul-Americano





Comemoração do Cruzeiro em BH

Emoção de sobra na primeira rodada do Campeonato Sul-Americano masculino de vôlei, na Arena Minas, em Belo Horizonte. Depois da estreia dos donos da casa com virada para cima do Obras de San Juan, o Sada/Cruzeiro precisou de uma reação ainda mais impressionante no jogo de fundo.

Depois de ver a UPCN abrir 2 a 0, o time de Marcelo Mendez reagiu para fechar a partida em 3 a 2, parciais de 23-25, 18-25, 25-22, 25-20 e 15-11.
O resultado praticamente afasta uma possibilidade de confronto entre Sada/Cruzeiro e Fiat/Minas nas semifinais. Líderes dos respectivos grupos, eles precisam vencer, respectivamente, Regatas Lima (PER) e Nacional (URU), adversários bem mais fracos dos que os argentinos, para a confirmação do primeiro lugar.

As semifinais se encaminham assim para os duelos entre Fiat/Minas x UPCN e Sada/Cruzeiro x Obras de San Juan, na sexta-feira.

– Somos um time e precisamos de todo mundo. Quem teve que entrar pra ajudar o time, as trocas que o Marcelo fez, tudo isso foi essencial. Todos são importantes no nosso grupo. É só o início do torneio, poderia ter sido diferente, com um jogo mais tranquilo, mas mérito da nossa equipe, que conseguiu brigar até o final. Não é o perfil desse time desistir, em momento algum. Se não dá certo na técnica vai no coração, na raça. Então isso é importantíssimo pra gente. Um jogo desse, conseguir virar um 2 a 0 pra um 3 a 2, todo mundo tem que estar feliz e satisfeito e sair daqui com o sentimento de dever cumprido, mas com a cabeça no lugar, pois amanhã tem mais – disse o central Isac.

O americano Taylor Sander foi o maior pontuador do confronto pelo Sada, com 17 marcações. O polonês Bartman, do time argentino, marcou 20 vezes.

O Sada/Cruzeiro busca o hexacampeonato Sul-Americano, depois de levantar o troféu nas edições de 2012, 2014, 2016, 2017 e 2018.

Nesta quarta-feira, às 18h, o Minas abre a rodada contra o Nacional. Na sequência, o Sada/Cruzeiro duelará contra o Regatas. A dupla argentina folgará.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.