Header Ads

>

SESC-RJ derrota o São Judas Vôlei por 3 a 2




 
Em jogo muito equilibrado, SESC-RJ derrota o São Judas Vôlei por 3 a 2
Erbs Jr

Jogando no Tijuca Tênis Clube, o SESC-RJ sofreu, mas venceu o São Judas Vôlei por 3 sets a 0, parciais de 25/20, 13/25, 25/27, 25/20 e 15/09. O maior pontuador da partida foi Alisson Bastos, da equipe, paulista, que marcou 20 pontos. Pelo lado carioca, destaques para Wallace e Mauricio Souza, que marcaram 18 e 17 pontos, respectivamente.

-Nós éramos os favoritos, São Judas veio leve para o jogo e fez uma boa partida. Eu estava há muito tempo sem jogar, então não estava tão confiante, mas fiquei muito feliz em entrar e poder ajudar a equipe a conseguir essa vitória. Tentei fazer o melhor que pude e o importante foi o resultado positivo - afirmou o ponteiro búlgaro Penchev, que retornou após um mês fora e foi eleito o melhor Jogador da partida.

Logo no início do primeiro set, o SESC-RJ conseguiu abrir uma vantagem e chegou rápido ao 8 a 4. Com uma boa atuação de Alisson Bastos e Pedro Henrique Silva, o São Judas conseguiu encostar no placar e chegou ao empate, em 14 a 14. Mas com pontos importantes de Wallace e Mauricio Borges, o time carioca conseguiu fechar o primeiro set por 25 a 20.

O segundo set começou mais equilibrado, até que o São Judas conseguiu abrir cinco pontos de vantagem e chegou ao 12 a 7. Contando com alguns erros de ataque do time carioca, a equipe de São Bernardo do Campo fez 19 a 10. Com mais pontos de Alisson Bastos e Pedro Henrique Silva, o São Judas fechou o segundo set em 25 a 13 e empatou a partida.

O equilíbrio também fez parte do terceiro set. Durante toda parcial, os dois times se revezaram à frente do placar. E foram assim até o 25 a 25, quando o São Judas contou com um erro de saque de Wallace e um bloqueio de Pedro Henrique Silva, fechando o set em 27 a 25.

Em desvantagem no placar, o SESC-RJ começou atrás também no quarto set, quando o São Judas fez 10 a 5 muito rapidamente. Contando com um time mais inspirado, a equipe carioca virou o placar e chegou ao 18 a 15. Com um ace de Thiago Veloso e um bloqueio de Wallace, o SESC-RJ conseguiu chegar ao empate, depois de vencer por 25 a 20.

Inspirado pelo quarto set, o SESC-RJ mostrou muita calma no tie break. Começou atrás no placar, mas com três bloqueios de Wallace conseguiu virar e chegar ao 11 a 6. Depois disso, a equipe carioca esperou os erros dos adversários - que vieram com uma bola de graça de Bruno Zanquin e um erro de saque de Rodrigo Leitzke, e fechou o jogo em 15 a 9.

Com o resultado, o SESC_RJ chega a 13 vitórias em 17 jogos e atinge 37 pontos. O São Judas continua na lanterna da Superliga 2019 com apenas uma vitória em 17 partidas disputadas.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.