Header Ads

>

Sesc-RJ atropela Sesi-Bauru e força terceiro jogo nas quartas





Aqui, não! Sesc-RJ mantém escrita, atropela Sesi-Bauru e força terceiro jogo por lugar na semifinal

Era preciso mudar – e o time parecia saber bem disso. Depois de uma partida apática na abertura das quartas de final, o Sesc-RJ entrou em quadra de olhos vidrados. Não queria sequer pensar em um possível adeus precoce - que, em quase duas décadas de projeto, não existiu. E, quando a bola subiu, passou pelo Sesi-Baruru como um trator. Sob o comando de Juciely e Monique, impecáveis, a equipe carioca venceu por 3 sets a 0, parciais 25/10, 25/18 e 25/19.

A vitória carioca força o terceiro jogo da série. Em busca de uma vaga nas semifinais, os dois times voltam a se enfrentar na próxima terça-feira, novamente às 21h30, no ginásio do Tijuca Tênis Clube. O SporTV2 transmite a partida ao vivo, e o GloboEsporte.com acompanha tudo em tempo real.

A pressão, claro, era grande. Pudera: desde que chegou ao Rio de Janeiro, na temporada 2004/2005, o projeto que recebe a marca de Sesc-RJ nunca ficou fora da final da Superliga Feminina. Com o resultado desta sexta, tem a chance de seguir com a escrita.

Um bonde chamado Sesc-RJ

Um toque na rede suave de Gabi Cândido abriu a contagem. Com a torcida ao seu favor no quase lotado ginásio do Tijuca, o Sesc-RJ pareceu mais atento em relação ao jogo anterior. Monique, em dois ataques seguidos, fez o time da casa chegar a 3/1 no placar. Quando a vantagem subiu para 6/2, Anderson quis parar o jogo pela primeira vez. Pouco depois, o sefundo pedido de tempo. Pouco adiantou. O Sesc-RJ era outro time em relação ao primeiro jogo. Até o fim, a vantagem só aumentou. Com Monique em noite inspirada, as donas da casa fecharam o primeiro set em 25/10.

Juciely comanda

O Sesi-Bauru tentou retomar o rumo na volta à quadra. Destaques na última terça e sumidas até ali, Gabi Cândido e Andressa apareceram para o jogo, e o time visitante abriu 5/2. O Sesc conseguiu se recuperar e deixou tudo igual com Juciely. Àquela altura, era um jogo muito mais igual, mas, aos poucos, o time da casa tomou o controle. Em pouco tempo, a vantagem já era de 19/13. As visitantes pouco puderam fazer: 25/18.

No terceiro set, o Sesi-Bauru parecia entregue. Do outro lado, sob a batuta de Juciely, o Sesc-RJ tinha o jogo em mãos. Monique e Drussyla apareciam bem no ataque e davam a segurança que o time da casa precisava. Anderson tentava de tudo para mudar o rumo da noite. Pouco conseguiu. A vantagem, em pouco tempo, já era de 16/8. A partir dali, foi só seguir a batida da torcida: 25/19.

Presença ilustre

Emocionada ao ver primeira partida de vôlei no ginásio, Sarah Menezes revela torcida pelo Rio

Quem apareceu para prestigiar a partida foi a judoca Sarah Menezes, campeã olímpica. A atleta piauiense ainda recebeu uma camisa autografada por toda a equipe do Sesc-RJ.

Confira os times:

Sesc-RJ: Roberta, Kosheleva, Drussyla, Juciely, Bia e Monique. Líbero: Gabiru.
Sesi-Bauru: Fabíola, Gabi Cândido, Valentina Diouf, Valquíria, Andressa e Tifanny. Líbero: Tássia. Entraram: Naiane, Palacio, Edinara, Arlene.
Tenha as melhores ofertas do Magazine Luiza: clique aqui!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.