Header Ads

>

Sesi Bauru elimina o Sesc, de Bernardinho, na Superliga





Sesi-Bauru

Depois de fazer 14 finais consecutivas de Superliga feminina de vôlei, o Sesc RJ está eliminado da competição nas quartas de final. O que parecia pouco provável, aconteceu. No confronto entre o terceiro e o sexto colocado na fase de classificação, o pior classificado levou a melhor.

Com uma ótima atuação no passe e contando com um show de erros do adversário, principalmente nos dois últimos sets, o Sesi/Bauru derrotou o Sesc RJ, por 3 sets a 1 – parciais de 24/26, 27/25, 25/23 e 25/19 -, na noite desta terça-feira, no Ginásio do Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro (RJ) e fechou o playoff das quartas de final em 2 a 1, classificando-se para as semifinais.
As paulistas iniciaram a série melhor de três com vitória, por 3 a 1, em Bauru, e perderam, na última sexta-feira, por 3 a 0, no Rio. Pela primeira vez, depois de 21 anos consecutivos presente na semifinal da Superliga, o time de Bernardinho fica de fora do playoff que reúne as quatro melhores equipes da competição. O Sesi/Bauru, por outro lado, em seis anos do atual projeto, chega à semi pela primeira vez.

O adversário do Sesi na próxima fase é o Dentil/Praia Clube – que eliminou o Fluminense em dois jogos. Antes da partida no Tijuca TC, o Osasco/Audax garantiu a vaga na semifinal ao eliminar o Hinode/Barueri com a vitória por 3 sets a 1, na casa do adversário.

A ponteira Tifanny, do Sesi/Bauru, foi a maior pontuadora do jogo, com 28 pontos, e faturou o Troféu VivaVôlei. A oposto italiana Valentina Diouf marcou 23. Pelo Sesc RJ, a maior pontuadora foi a ponteira Drussyla, com 15 pontos, seguida pela centra Juciely, com 14. A oposto Monique marcou 13. A ponteira russa Kosheleva voltou a decepcionar. Ela acabou substituída no segundo set e marcou apenas 9 pontos na partida.
Tenha as melhores ofertas do Magazine Luiza: clique aqui!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.