Header Ads

>

Praia Clube vence Sesi-Bauru e volta à final da Superliga Feminina





Atual campeão, Praia Clube vence Sesi-Bauru e volta à final da Superliga Feminina
Atual campeão da Superliga Feminina de vôlei, o Praia Clube está de volta à final na temporada 2018/19. Depois de vencer o Sesi-Bauru em terras paulitas no primeiro jogo, o time mineiro fechou a série da semifinal em 2 a 0 em casa e vai em busca do bicampeonato. Para chegar a terceira final em quatro anos, a segunda seguida, o Praia venceu o Sesi-Bauru nesta segunda-feira por 3 sets a 0 (parciais de 25/18, 25/21 e 25/14) em 1h35 de partida, na Arena Praia, em Uberlândia. A central Carol, aniversariante do dia, foi eleita a melhor em quadra e ficou com o troféu VivaVôlei. O adversário do Praia Clube na grande decisão sai do confronto entre Minas e Osasco. 

As datas das finais, também disputada em série melhor de três jogos, serão divulgadas em breve pela Confederação Brasileira de Vôlei (CBV), que aguarda a definição do adversário do Praia para definir a ordem dos confrontos
Ritmo forte
O Praia Clube entrou no primeiro set com um ritmo mais forte, principalmente com Fernanda Garay no ataque. O Sesi-Bauru encontrou dificuldades e teve Tifanny bem marcada: 7 a 2. Após o pedido de tempo do técnico Anderson, o time paulista forçou o saque e quebrou a recepção mineira. A porta do Praia continuou fechada e o time abriu seis pontos em 13 a 7. Apesar da vantagem, o Praia Clube teve o Sesi-Bauru pressionando. Na bola no meio de Carol, o Praia fechou o primeiro set em 25 a 18.
Sem folga
O segundo set foi ponto a ponto. O Sesi-Bauru liderou em 6 a 5, mas o time mineiro empatou e abriu vantagem: 8 a 6. Com a diferença mínima no placar, o Praia conduziu o marcador com a equipe paulista na cola, muito em função dos pontos de graça. O alívio veio na boa passagem de Carol no saque, inclusive com ace: 18 a 14. Diouf apareceu, o Sesi-Bauru esboçou reação, mas foi pouco. Melhor nos contra-ataques, o Praia administrou a reta final e fechou no bloqueio em Valquíria: 25 a 21.

Dois pés na final
Com a ordem de "jogo 0 a 0" pedida por Paulo Coco na troca de lado, o Praia voltou com o mesmo ritmo forte do primeiro set. Agressivo no saque e no bloqueio, o time mineiro abriu vantagem em 15 a 7 e viu um Sesi-Bauru pouco efetivo. A boa passagem de Garay no saque tirou as atacantes do jogo e a diferença chegou a dez pontos em 22 a 11. Tranquilo, o time da casa fechou o set com ataque de Paula Borgo na entrada de rede, em 25 a 14, e o jogo em 3 sets a 0. Vaga na final carimbada.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.