Header Ads

>

Sada Cruzeiro acerta com Uriarte e Otávio e vai atrás de Lucarelli para a próxima temporada






Cruzeiro acerta com Uriarte e Otávio e vai atrás de Lucarelli para a próxima temporada

Agência I7
As semifinais da Superliga masculina de vôlei estão a todo vapor, e nos bastidores os clubes já começam a esquentar o mercado para a temporada 2019/20. O Cruzeiro foi um dos primeiros a acertar a chegada de reforços. As contratações só vão ser confirmadas ao fim da atual edição da Superliga, mas o central Otávio e o levantador argentino Nicolas Uriarte vão trocar o Taubaté pelo time mineiro. O campeão olímpico Lucarelli tem grandes chances de ser o terceiro jogador da equipe paulista contratado pelo Cruzeiro.
Central de 2,02m com várias passagens pela seleção brasileira, Otávio estava há duas temporadas no Taubaté. Uriate, por sua vez, vai voltar ao Cruzeiro, equipe que o trouxe para a Superliga na temporada 2017/18.
Ponteiro campeão olímpico, Lucarelli está no Taubaté desde 2015, também já passou por Sesi-SP e Minas. Ele é a aposto do Cruzeiro para substituir o americano Taylor Sander, que já confirmou transferência para o russo Dínamo de Moscou ao fim da Superliga. O acerto entre Lucarelli e o Cruzeiro ainda não está selado, mas as conversas estão bem adiantadas.

Lucarelli é a aposta do Cruzeiro para substituir Taylor Sander — Foto: Rafinha Oliveira/EMS Taubaté Funvic

Lucarelli é a aposta do Cruzeiro para substituir Taylor Sander — Foto: Rafinha Oliveira/EMS Taubaté Funvic
Cruzeiro e Taubaté estão se enfrentando na semifinal da Superliga. O time paulista abriu 2 a 0 na série e precisa só de mais uma vitória para despachar o atual campeão e avançar à decisão.
Na outra semifinal, duelam Sesi-SP e Sesc-RJ, que também já está se movimentando no mercado. O time carioca já se reforçou com o levantador Marlon (que estava no Minas), o central Flávio (também do Minas) e o ponteiro Jan Martinez, prodígio argentino de 21 anos que vai ter sua primeira experiência fora do país.
Vale lembrar que no vôlei os contratos costumam ser curtos, normalmente de uma temporada. É raro jogadores e clubes acertarem vínculos de mais de dois anos.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.