Header Ads

>

Valinhos vence ADC/BRA no tie-break e pega o Flamengo na final da Superliga B





Valinhos comemorou muito o retorno à Superliga  — Foto: Reprodução / SporTV

A passagem do Vôlei Valinhos pela Superliga B durou apenas um ano. Nesta sexta-feira, o time do interior venceu um jogo emocionante contra a ADC/BRA, de Osasco, por 3 sets a 2, no tie-break, e está de volta à elite do vôlei brasileiro após fechar a semifinal com dois triunfos. As parciais do jogo disputado no ginásio Pedro Ezequiel, em Valinhos, foram 9 a 25, 25 a 21, 23 a 25, 25 a 23 e 15 a 10, em praticamente 2h30 de jogo.

De quebra, além de voltar para a primeira divisão, o Valinhos ainda vai jogar pelo título da segunda divisão contra o Flamengo, que despachou o Maringá com duas vitórias por 3 sets a 0. A grande decisão da Superliga B será disputada em jogo único, com mando do time paulista por ter feito melhor campanha na primeira fase. A CBV ainda confirmará a data e horário do jogo.

 emorou muito o retorno à Superliga — Foto: Reprodução / SporTV

O jogo

Podendo voltar à primeira divisão e avançar para a final da Superliga B com uma vitória simples, Valinhos começou o jogo com um nervosismo exagerado e cedeu pontos fáceis para a ADC. Era só uma amostra do que aconteceria no set e em boa parte do jogo. A recepção ruim e a entrega de algumas bolas de graça ao time de Osasco forçaram André Rosendo a parar o jogo com 8 a 2. O cenário, no entanto, não mudou, com as visitantes dominando tudo e forçando o saque com qualidade para fechar em 25 a 9.

O jogo melhorou no começo do segundo set, com mais equilíbrio. Cechetto seguiu liderando o ADC, mas a partida ficou empatada por um bom tempo. Valinhos até conseguiu escapar um pouco na liderança, mas as visitantes viraram com quatro pontos seguidos. Entre erros e acertos, as equipes passaram dos 20 pontos próximas no placar, mas na reta final, o time da casa encaixou uma boa sequência de saques com Laís e empatou: 25 a 21.

Com a vitória no segundo set, Valinhos ganhou confiança. Desta forma, a terceira parcial foi bem jogada, com uma trocação de pontos das duas partes e sem fuga no placar. Só que nos instantes decisivos, o ADC voltou a controlar o emocional do confronto e conseguiu abrir uma diferença de quatro pontos, o suficiente para voltar a liderar o jogo por 2 a 1, após fechar a parcial num emocionante rali, quando a equipe da casa mostrava reação: 25 a 23.

ADC voltou a dar as cartas no início do quarto set, explorando os erros de recepção do Valinhos. Além dos problemas em receber saques, o Valinhos acabou caindo no bloqueio das osasquenses, o que rendeu uma vantagem para as visitantes em 11 a 6. A grande arrancada para a vitória da equipe da casa acontecei a partir daí, numa virada que em 16 a 15 após um ace. O embalo na parcial deu a Valinhos forçou a realização do tie-break: 25 a 23.

O set decisivo começou em alta para Valinhos, com dois pontos seguidos no serviço, graças a um bom bloqueio. A vantagem para o time da casa só foi aumentando e chegou a estar em 10 a 2, mas alguns erros recolocaram o ADC na partida. Só que após 2h30 de altos e baixos de um jogo emocionante, Valinhos conseguiu mostrar o porquê de ter sido líder na primeira fase e fechou em 15 a 10 para comemorar a volta à elite do brasileiro.
Tenha as melhores ofertas do Magazine Luiza: clique aqui!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.