Header Ads

>

Sada Cruzeiro dispara na liderança com vitória sobre Brasil Kirin




 Sada Cruzeiro x Vôlei Brasil Kirin (Foto: Renato Araújo - Divulgação Sada Cruzeiro)

Cruzeiro e Campinas disputaram, na noite deste sábado, o jogo que muitos apostam que será a final da Superliga Masculina de Vôlei, já que antes de a bola subir, os dois lideravam a tabela da competição. Apesar do equilíbrio nos números, o Cruzeiro não deu chance para o adversário e, jogando no Poliesportivo do Riacho, em Contagem-MG, venceu por 3 sets a 0, parciais de 25/17, 25/22 e 25/15. O melhor jogador da partida foi Serginho, o líbero cruzeirense.
O resultado manteve o Cruzeiro na liderança da Superliga, com incríveis 29 pontos em 10 jogos. A Raposa é a única equipe invicta. Já o Campinas caiu para o terceiro lugar, com 25 pontos, atrás do Taubaté, que tem 26 e é o vice-líder.
Show azul
O Cruzeiro começou o jogo de forma muito intensa. Willian variava bem as jogadas, acionando Wallace, Leal, Filipe e Isac. Como o Campinas não conseguia fazer com que o bloqueio funcionasse, os mineiros logo abriram vantagem no placar. A superioridade cruzeirense foi confirmada ao final do primeiro set, com o incontestável placar de 25/17.
No segundo set, o Campinas melhorou o passe e a força ofensiva, mas como seguia sem neutralizar o ataque do Cruzeiro, o panorama do jogo pouco mudou. O set foi um pouco mais equilibrado que o primeiro, mas, em momento nenhum, o dono da casa perdeu o controle do placar. O placar do set foi 25/22 para o Cruzeiro.
O set final da partida foi o mais tranquilo. Apesar disto, o Campinas se aproveitou de alguns erros do Cruzeiro no começo e chegou a liderar o placar na primeira parada técnica. Depois disto só deu Cruzeiro. A fase da Raposa, porém, é incrível, e tudo dá certo para o time. O saque cruzeirense voltou a fazer a diferença e o set foi finalizado em 25/15.
Dez vitórias em dez jogos, apenas uma por 3 a 2. A campanha do Cruzeiro dá sinais de que vai ser muito difícil impedir o terceiro título da Raposa na Superliga, o segundo consecutivo.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.