Header Ads

>

Murilo reconhece força do Sada Cruzeiro e evita lamentar mais um vice






Reeditando a final da última temporada, o Sada Cruzeiro venceu o Sesi-SP por 3 sets a 1 e faturou a medalha de ouro na Superliga masculina de vôlei na manhã deste domingo. O time paulista saiu na frente, mas viu os adversários crescerem na partida, e empurrados pelos 14 mil torcedores presentes no ginásio Mineirinho, conquistarem o triunfo.
No terceiro set, quando o jogo estava empatado em 1 a 1, o Sesi chegou a esboçar uma reação e ficou perto de fechar a parcial, mas desperdiçou três set-points e acabou derrotado. Para o experiente Murilo, esse momento foi importante, mas não decisivo, já que os mineiros venceram demonstrando a força que os fez liderar a Superliga ao longo de toda a temporada.
"Não houve uma situação só que fez a diferença. Foi o jogo forte do Sada Cruzeiro, que tem boas armas. Suportamos bem, principalmente no primeiro, depois tivemos uma grande chance no terceiro, mas não da para lamentar. Eles fizeram o que sabem, com um saque forte e uma rodagem de bola muito boa", afirmou o jogador.
Foi justamente a melhor campanha na temporada regular que deu o direito ao Cruzeiro de disputar a final em casa. Contando com a partida deste domingo, Cruzeiro e Sesi já se enfrentaram três vezes na decisão da principal competição de vôlei do Brasil. Em 2010/2011, o clube da Vila Leopoldina levou a melhor. Além deste ano, a representação de Belo Horizonte também venceu no ano passado.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.