Header Ads

>

Meninas passam fácil pela Bulgária na Copa Rio Internacional de Voleibol




 

A Seleção Brasileira Feminina de Vôlei engatou a segunda vitória na Copa Rio Internacional de Voleibol. Na tarde deste sábado, as comandadas de José Roberto Guimarães derrotaram a Bulgária por 3 sets a 0, com parciais de 25/20, 25/21 e 26/24, após 1h25 de confronto no ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro. Na sexta-feira, o time verde e amarelo bateu a Alemanha pelo mesmo placar.

Atual bicampeão olímpico, o Brasil fará o último jogo da competição neste domingo, às 11h30 (de Brasília), contra a Holanda, que perdeu para a Bulgária por 3 sets a 2 no jogo de abertura.

A ponteira Gabi foi a maior pontuadora entre as brasileiras, com 15 acertos. A oposto Monique Pavão, com 11m e a central Adenízia, com 10, também merecem destaque. Pelo lado da Bulgária, as atacantes Nikolova e Vasileva foram as melhores, com 15 e 14 pontos, respectivamente.

Após a estreia vitoriosa, Zé Roberto elogiou o desempenho de suas comandadas a ponto de prever uma "dor de cabeça" para montar a equipe que vai disputar os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro.

"Esse é um momento importante dentro da nossa preparação para os Jogos Olímpicos do Rio. Nosso time está com um bom volume de jogo e a relação entre o bloqueio e a defesa tem funcionado bem. Também tenho gostado da agressividade do nosso saque", analisou o tricampeão olímpico.

"Foi um bom jogo e tenho certeza de que terei uma dor de cabeça para definir o time para os Jogos Olímpicos, mas isso é positivo. Quando maior a disputa por posição, melhor para o Brasil", acrescentou.

Gabi ecoou os pensamentos de seu treinador e ainda deu a receita para vencer a Holanda neste domingo de manhã. "Esses amistosos estão sendo muito positivos para o nosso grupo. Conseguimos duas boas vitórias. Esse jogo com a Bulgária foi um bom teste. Elas sacaram muito bem e tivemos que nos adaptar durante a partida. A Bulgária tem um time alto que exigiu bastante do nosso grupo. Jogar no Maracanãzinho, que será o palco dos Jogos Olímpicos, também é de extrema importância".

"Vai ser um jogo difícil contra a Holanda. Acredito que o bloqueio será um fundamento determinante para a partida de amanhã (domingo)", explicou a ponteira.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.