Header Ads

>

Nestle Osasco vence Praia Clube e encosta no rival




Osasco Praia Superliga Feminina (Foto: Divulgação)

No duelo entre o vice-líder Praia Clube e o terceiro colocado Osasco, melhor para este último. Jogando em casa, no ginásio José Liberatti, em Osasco (SP), o time paulista contou com a ótima atuação da cubana Carcaces e triunfou por 3 sets a 1, parciais de 25/11, 25/23, 14/25 e 25/12. Com a vitória, a diferença entre as equipes na tabela caiu para quatro pontos - o Praia tem 45 contra 41 do Osasco. Na próxima rodada, dia 12 (sexta-feira), o Osasco vai a Belo Horizonte enfrentar o Minas, enquanto o Praia Clube recebe o líder Rio de Janeiro em Uberlândia.
- Eu penso que me preparei muito bem durante toda a semana, pois sabíamos que essa partida seria muito importante para a nossa caminhada. Estou muito feliz com o resultado, e espero que continuemos assim na competição - afirmou Carcaces, ganhadora do troféu MVP da partida.
mpurrado por sua torcida, o Osasco começou melhor a abriu 6 a 2. Com um ponto da cubana Carcaces, o time paulista fez 8 a 4, decretando o primeiro tempo técnico. Dominado, o Praia viu Thaísa fazer 11 a 5 em uma disputa na rede, o que motivou o técnico Ricardo Picinin a parar a partida. Mesmo após as instruções, o Osasco seguiu dominando o jogo, e Gabi, num ataque pelo canto da quadra, fez 16 a 6, decretando o segundo tempo técnico. Principal figura do primeiro set, Carcaces continuou fazendo a diferença nos pontos finais. Para piorar a situação do Praia, Ramírez deixou a quadra ao torcer o tornozelo . Diante das circunstâncias, o Osasco não teve dificuldade em fechar o set em 25 a 11.

O Praia Clube voltou mais atento para o segundo set. Comandado por Pri Daroit, que conseguiu um belo ace, o time mineiro abriu 5 a 4. Foi a senha para o Osasco voltar a se impor em quadra e virar com dois pontos seguidos de Adenízia. Com 8 a 6 a seu favor, a equipe da casa foi para o primeiro tempo técnico em vantagem. Embalado, o Osasco passou a se soltar mais em quadra nos minutos seguintes. Ao ganhar disputa na rede, Thaísa fez 10 a 6, obrigando o técnico Ricardo Picinin a interromper a partida. A bronca surtiu efeito, já que as mineiras conseguiram quatro pontos em sequência. Contudo, o Osasco voltou a se impor em quadra fazendo 16 a 12. A partir de então, a equipe do técnico Luizomar de Moura apenas administrou o resultado até fechar o set em 25 a 23.
O terceiro set começou equilibrado e disputado ponto a ponto. Numa diagonal de Gabi, o Osasco fez 7 a 5, aliviando a pressão. O Praia não se abateu, conseguiu a virada e num ataque certeiro de Malu, fez 8 a 7, decretando o primeiro tempo técnico. O jogo seguiu muito disputado nos minutos seguintes. O time mineiro fez 13 a 10 num ponto de Natasha, o que fez Luizomar parar a partida. A bronca do treinador não surtiu efeito, uma vez que o Praia fez mais três pontos em sequência abrindo seis de vantagem. Sentindo confiança, a equipe de Uberlândia foi para o tudo ou nada nos pontos finais. Numa bola de segunda, Claudinha fez 22 a 13 praticamente garantindo a vitória no set, o que foi confirmado instantes depois, quando Van Hecke atacou para fora, e o Praia fez 25 a 14.
O Osasco continuou encontrando dificuldades no quarto set. Se de um lado Carcaces virava todas as bolas no chão, do outro Walewska respondia da mesma moeda. Aos poucos, porém, o time da casa foi voltando a se impor em quadra e numa bola de meio de Van Hecke, o Osasco fez 8 a 5, decretando o primeiro tempo técnico. Com pontos de Malu e Michelle, o Praia chegou a ensaiar uma reação nos minutos seguintes, mas Gabi e Thaísa voltaram a dominar a rede, e o time da casa fez 16 a 11, parcial do segundo tempo técnico. Aproveitando o bom momento no jogo, o Osasco tratou de liquidar o resultado o quanto antes. Numa diagonal de Carcaces, as paulistas fizeram 22 a 11 ficando muito perto da vitória. E foi a própria cubana quem fez o ponto final da partida, em mais um ataque fulminante pela esquerda da rede: 25 a 12.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.