Header Ads

>

Walsh vê dupla com April Ross como favorita e espera brasileiras na final




Kerri Walsh, jogadora de vôlei de praia (Foto: Reprodução SporTV)


Atual tricampeã olímpica no vôlei de praia, Kerri Walsh chega aos Jogos do Rio de Janeiro com 37 anos, mas confiante de que entrará forte na conquista pelo quarto ouro nos Jogos.

- Para mim, eu sou favorita. Mas nos respeitamos os brasileiros e todos os nossos adversários, que também estarão brigando pelo ouro nas próximas duas semanas. Estamos bem preparadas e espero poder fazer o melhor.

Walsh coloca as brasileiras Ágatha e Bárbara como as suas principais adversárias e espera enfrentá-las na decisão dos Jogos. A americana elogiou a força da dupla brasileira, mas lembrou dos outros adversários antes de um possível duelo. Larissa e Talita formam o outro time brasileiro na chave feminina. 

- Os brasileiros são muito bons no vôlei de praia e espero muito de todos. Já tivemos algumas competições aqui neste ano e coloca a Ágatha e a Bárbara também como favoritas. Elas formam um time muito bom, elas são muito boas juntas. Espero muito delas. Espero enfrentá-las na final, mas temos que encarar a Austrália e a China primeiro para depois pensarmos nelas.

A americana comemorou o fato do torneio olímpico de vôlei de praia ser disputado em Copacabana. Walsh mostrou carinho pela praia carioca e lembrou que o local foi palco de grandes duelos contra a brasileira Shelda, para ela, a rainha da modalidade.

- Copacabana é um lugar muito especial, faz parte da minha vida. Eu joguei lá contra a Shelda e ela é a rainha do vôlei de praia. Vão ser duas semanas muito boas. Quando penso no Rio de Janeiro e no vôlei de praia, é um grande prazer estar aqui. Você todos fazem com que seja muito especial jogar aqui. É tão legal que todos curtem muito esse esporte. Esperamos e respeitamos muito dos fãs. 

Aos 37 anos, Kerri Walsh chega à sua quarta edição das Olimpíadas. A classificação para a Rio 2016 ainda tem uma história de superação. A atleta passou por uma cirurgia delicada no ombro direito em setembro do ano passado e só voltou a atuar no Grand Slam do Rio de Janeiro, em março. Ao lado de April Ross, ela estreia no domingo, dia 7, contra as australianas  N. Laird e Artacho del Solar.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.