Header Ads

>

Dante conta motivações no retorno ao Taubaté




O ponteiro conquistou uma Copa do Brasil e uma Paulista com o Taubaté (Foto: Jonas Barbetta/ Tuddo Comunicação)
Dante está de volta ao Vôlei Taubaté dois anos após a saída do time do Vale do Paraíba rumo ao São José. O ponteiro que conquistou uma Copa do Brasil e um Campeonato Paulista com os taubateanos, espera repetir o sucesso que teve, não somente no clube, mas em toda a carreira. E motivação para seguir vencendo parece não faltar ao atleta.
- Estou muito ansioso (com o retorno). Será um ano importante, eu tenho acompanhando algumas notícias dizendo que o bom filho a casa torna, então espero corresponder a toda essa expectativa. Prometo dar o meu máximo, como sempre fiz, e ajudar com a minha experiência, dentro e fora de quadra. Sem dúvida alguma será um temporada muito especial - afirmou.
Grande nome do Taubaté na temporada de 2014/2015, ao lado de Lorena, Dante foi um dos primeiros ídolos da história do time do Vale do Paraíba. Ele também foi responsável por levantar o troféu do primeiro título paulista do projeto. O ponteiro não esconde a satisfação por ter feito parte do início da caminhada da equipe.
- A volta é sempre mais gloriosa, mais gratificante. Isso demonstra que deixamos um legado bacana, o que sempre procuro deixar por onde passo. Felizmente nunca fechei as portas dos lugares onde passei, e em Taubaté não foi diferente. Então fico orgulhoso de retornar a casa onde participei do primeiro projeto, do primeiro time que foi competitivo a nível nacional, é um sinal de que ficaram feliz com minha primeira passagem - disse Dante.
O ponteiro atuou no Japão e na Grécia desde que deixou o Brasil, no fim de 2015, após sair do São José. E segundo o medalhista olímpico em 2004, mesmo no exterior, não deixou de acompanhar o vôlei brasileiro e em especial, o Taubaté.
- Taubaté já virou referência no vôlei nacional e mundial. Fora do Brasil o Taubaté já é visto como grande referência nacional, junto do Cruzeiro e do Sesi. Isso me deixa muito feliz, saber que eles conseguiram fazer toda essa estrutura, estas boas campanhas. Agora falta ganhar essa Superliga, todo o resto a equipe já conquistou, Copa do Brasil, Campeonato Paulista. É ir atrás disso agora - falou o atleta. 
Mesmo jogando com muitos dos melhores jogadores e treinadores do mundo ao longo do carreira, Dante também demonstra grande ansiedade com as parcerias que o Vôlei Taubaté irá lhe propiciar. Uma delas é com o técnico argentino, Daniel Castellani.
- Nunca trabalhei com o Castellani. Mas já era meio que um namoro antigo, sempre que conversávamos diziamos que ainda iríamos trabalhar um com o outro e agora conseguiremos fazer isso. Quem trabalhou com ele fala muito bem, não conheço um atleta que tenha dito algo de ruim dos métodos dele. A expectativa para essa temporada é muito boa - conta o ponteiro.
Outra parceria que é agurdada com bastante ânimo pelo atleta é com o também ponteiro Lucarelli. Dante afirmou que "se enxergava em Lucarelli", em 2014, e agora que ambos estão pela primeira vez no mesmo clube, a expectativa do experiente jogador é grande.
- Será um prazer enorme jogar com o Lucarelli. Sempre admirei o voleibol dele, mas também o admiro muito como pessoa. Ele é um cara extremamente humilde, educado, está sempre sorrido, sempre pronto a ajudar. Hoje, sem dúvidas, ele é referência no vôlei brasileiro e mundial. Espero poder ajudar ele em alguns momentos, e que ele me ajude também. Será um troca de opiniões, uma troca de favores - brinca Dante.
Dante é um dos sete contratados para a próxima temporada do Vôlei Taubaté, que tem como grande objetivo a conquista da Superliga. Além dele, também chegam ao Vale do Paraíba os ponteiros Marko Ivovic e Rodrigo Ruiz, o levantador Paulo Renan, os centrais Sebastian Solé e Rafael Martins e o líbero Thales Hoss.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.