Header Ads

>

Nestle Osasco conta com torcida para forçar quinto jogo contra o Praia Clube





Precisando vencer o embate dessa segunda-feira contra o Dentil/Praia Clube para forçar o quinto jogo da semifinal da Superliga feminina, o Nestlé Osasco conta com o apoio da torcida. Para a oposta Tandara, jogar em casa é um fator decisivo. "Perdemos os dois jogos em Uberlândia (MG) no detalhe. E aqui, em Osasco (SP), a nossa torcida faz toda a diferença. É o nosso sétimo jogador em quadra", destaca a maior pontuadora da competição, com 557 acertos. 
Para a sérvia Nadja Ninkovic, além do apoio, a equipe precisa mostrar boa tática para superar as adversárias no quarto confronto consecutivo. "Sabemos que um bom serviço faz toda a diferença para ajudar nosso bloqueio e defesa", destaca a atleta, que ressalta já conhecer o jogo rival. Segundo Nadja, o ideal seria repetir a história da segunda rodada desta fase, quando o time bateu o adversário empurrado pelas quatro mil pessoas presentes no ginásio José Liberatti. "Se conseguirmos, repetiremos aquela vitória em casa", lembra a central.
Publicidade
A ponteira peruana Angela Leyva acredita que é preciso esquecer as frustrações recentes e colocar o próximo jogo como prioridade. "Não nos deixamos abater pelo resultado negativo da partida em Uberlândia. Estamos unidas e focadas para fazer nossa melhor apresentação diante da nossa torcida".
Coincidência ou não, jogar em casa tem sido decisivo na série. No primeiro confronto entre as equipes, em solos mineiros, quem levou a melhor foi o Praia Clube, por 3 sets a 2. Na outra partida em Uberlândia, o placar de 3 a 1 deu vantagem à levantadora Claudinha e companhia. Já no José Liberatti, quem levou a melhor, ganhando por 3 sets a 1, foi a equipe de Tandara.
Do outro lado da tabela, quem avançou à final foi o Rio. O time de Bernardinho superou o Minas nos três primeiros embates e conseguiu vaga em sua 14º final consecutiva antecipadamente.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.